Etapa 1 - Sumário Executivo Etapa 1 - Sumário Executivo
Meio&Mensagem

Detector de Corrupção

ID: 15767
Título: Detector de Corrupção
Anunciante: Reclame Aqui
Categoria: Gerais – Serviços Gerais

Etapa 1 – Sumário Executivo

Etapa 1- Qual o Período de Veiculação? Início
15/03/2018

Etapa 1- Qual o Período de Veiculação? Final
30/06/2018

Etapa 1: Sumário Executivo. Porque este case é o melhor exemplo de eficácia no marketing.
Porque o Detector de Corrupção conseguiu, com nenhum orçamento de mídia e em apenas uma semana, ser o app mais baixado da App Store e Google Play, tamanha a relevância da solução que entregava. Como expansão dos negócios, o Reclame Aqui agora se consolida na posição de uma plataforma de apoio aos cidadãos, pelo serviço gratuito e de alto interesse público para o país, especialmente no ano de eleições gerais no país.

Estratégia – Desafio, contexto e objetivos:
Dizem que o brasileiro tem memória curta, mas a verdade é que o sistema judicial dificulta o acesso transparente à ficha dos políticos do país. No ano de eleições gerais, o Reclame Aqui, que sempre defendeu os direitos do consumidor, viu a oportunidade de consolidar sua atuação junto aos cidadãos, usar sua expertise em banco de dados e oferecer uma solução inovadora e útil nesse momento do país.

Criatividade – Insights e ideias:
O Detector de Corrupção é uma evolução do plug-in Vigie Aqui: antes disponível apenas no desktop, otimizamos a solução para o momento eleitoral do Brasil, ocasião em que os políticos saem as ruas e ganham as TVs. É justamente quando eles mais buscam exposição para ganhar votos que o Reclame Aqui vai dar à população fácil acesso ao histórico judicial destes políticos, com dados ao alcance da mão.

Execução – Trazendo a ideia a vida
O app une reconhecimento facial e um extenso banco de dados que reúne em um só lugar os processos de investigações e condenações antes espalhados em centenas de instâncias judiciais país afora, numa linguagem simples e acessível. Basta apontar a câmera do smartphone para a imagem (na TV, em papel, ao vivo) de um dos 40 mil políticos cadastrados e receber sua ficha pública de registros oficiais.

Resultados – Efetividade da campanha:
Em apenas uma semana, o Detector de Corrupção foi o app mais baixado do Brasil no Google Play e na Apple Store, com mais de 400 mil downloads. Com zero investimento de mídia, 120 milhões de pessoas foram impactadas pela conversa em torno do projeto, que invadiu os principais programas do país e as redes sociais e engajou até mesmo o então Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot.

Etapa 2 – Estratégia: Desafio, contexto e objetivos

2A. Qual era o estado dos negócios da marca e do mercado antes da sua estratégia começar?
Depois de ajudar mais de 85 milhões de brasileiros a expor suas insatisfações com os serviços prestados por empresas brasileiras e se consolidar como plataforma nº 1 de proteção ao consumidor, o Reclame Aqui percebeu que precisava expandir sua atuação para ajudar os cidadãos brasileiros contra o novo inimigo nº 1 do interesse público: os políticos corruptos. Num dos países mais corruptos do mundo, em que ações ilegais chegam a consumir o equivalente a 2,3% do PIB nacional, o brasileiro médio trabalha 5 meses por ano apenas para pagar impostos. No entanto, somos também o país com pior retorno de impostos para a população. A Lava Jato trouxe luz para a dimensão da corrupção estrutural do país e gerou grande revolta e mobilização por mudança, justamente porque quando a conta não fecha, o cidadão é responsabilizado – o dito popular culpa a memória do brasileiro, ou ouve-se por aí que o outro não sabe votar. Porém, mesmo que procurem mais sobre seus candidatos, a tarefa nunca foi fácil. O Sistema Judiciário brasileiro parece ter sido desenhado para esconder os atos ilícitos dos políticos. Processos espalhados em diferentes instâncias e cortes, informações no truncado “juridiquês”; tudo afasta ainda mais a população de informações relevantes para um voto consciente. Assim, o RA percebeu a oportunidade de ampliar sua atuação para, mais do que proteger o consumidor, lutar pelos interesses do cidadão brasileiro, que é continuamente lesado pelo poder público. O primeiro passo foi em 2017, com o lançamento do plug-in Vigie Aqui, que, ao ser instalado no Google Chrome, coloria em roxo o nome dos políticos com ficha suja citados na internet. Mas, num ano de eleições gerais, em que os mesmos políticos condenados mostram a cara em campanhas eleitorais por todos os cantos do país, o desafio era fornecer um serviço de qualidade que desse de volta o poder de decisão dos rumos do país para as mãos dos cidadãos – literalmente, para as suas mãos – e resgatar a esperança dos brasileiros. Tarefa nada fácil, especialmente com um target tão amplo e nenhum investimento em mídia. Assim surgiu o aplicativo Detector de Corrupção, que funciona baseado no reconhecimento facial para lutar contra a corrupção. Ao apontar o celular para um dos 40 mil políticos cadastrados no banco de dados, é possível receber toda a ficha pública de registros oficiais contra o seu candidato, devolvendo para as mãos do povo a possibilidade de mudar a cara do país.

2B. Defina o público que você estava tentando alcançar.
Como a iniciativa foi feita visando as eleições gerais, queríamos alcançar todos os eleitores do Brasil. Especialmente formadores de opinião, que poderiam servir como peças-chave para amplificar a divulgação do app.

2C. Quais eram os seus objetivos mensuráveis e por que eles foram importantes para o negócio?
O principal objetivo era o número de downloads do app Detector de Corrupção. Para garantir que isso desse certo, precisávamos impactar o maior número de pessoas, ampliando o awareness sobre essa nova ferramenta para o cidadão. E, claro, outro indicador de sucesso era a possibilidade de o app incomodar os políticos corruptos.

Etapa 3 – Criatividade: Insights e ideias

3A. Em uma frase, indicar o insight que levou a sua grande ideia.
Quando eles mostram a cara, a gente tira a máscara. O app Detector de Corrupção é uma evolução do plug-in Cor da Corrupção, mas otimizado para o momento eleitoral do Brasil – ocasião em que os políticos saem as ruas, estampam seus rostos nas TVs, em santinhos e cartazes espalhados pelos quatro cantos do país. E é justamente quando eles mais buscam exposição para ganhar votos é que o Reclame Aqui vai ajudar a população a ter fácil acesso ao histórico judicial dos políticos – ou, em outras palavras, separar o joio do trigo. Esse insight fez com que orientássemos nossa criação para que nosso serviço fosse ainda mais acessível e móvel, disponível em um dos mais de 200 milhões de smartphones contabilizados no país – os mesmos celulares que capturam tantas selfies com os candidatos em campanha.

3B. Em uma frase, defina sua grande ideia estratégica.
Tornar simples, fácil, acessível e inteligível as informações relacionadas a investigações e condenações de políticos brasileiros, no momento em que eles mais se expõem para conseguir votos. Uma solução tão prática e relevante que o cidadão visse valor imediato e indicasse aos amigos.

Etapa 4 – Execução: Trazendo a ideia à vida

4A. Como você trouxe sua ideia à vida?
O Detector de Corrupção usa dados de forma criativa para lutar contra a corrupção. Integrando o reconhecimento facial da Microsoft – que fornece uma precisão de 98% – a um extenso banco de dados que reúne investigações e condenações antes espalhadas em centenas de instâncias país afora, o app funciona como ponte entre a ficha judicial dos políticos e os celulares dos cidadãos brasileiros. Assim, qualquer brasileiro – munido com um dos 200 milhões de smartphones do país – pode apontar a câmera do seu aparelho para a imagem de um candidato (funciona na TV, em papel, ao vivo) e receber, em alguns segundos, toda a ficha pública de registros oficiais contra ele. São mais de 40 mil políticos cadastrados – entre governadores, vice-governadores, deputados federais, senadores, presidentes e pré-candidatos – fazendo do Detector de Corrupção um grande aliado dos cidadãos nesse ano de eleições.Com um orçamento zero de mídia, o app foi lançado através de um vídeo, postado também no Facebook do Reclame Aqui e, através de uma estratégia de PR, acabou sendo notícia nos principais veículos de comunicação do país.

4B. Qual o investimento bruto total em mídia tradicional e não tradicional.
Zero investimento em mídia.

4C. Comente sobre os porquês dos valores de seus investimento.
Produção: R$ 50 mil.

4D. Mídia proprietárias (Opcional)Elabore sobre as mídias proprietárias
Um vídeo explicando o funcionamento do app foi postado nas redes sociais e site do Reclame Aqui, sem mídia. Além do alcance orgânico, apostávamos no potencial viral do aplicativo, por sua relevância no contexto brasileiro, impulsionado pela estratégia de PR.

4E. Patrocínio (Opcional)
Não se aplica.

4F. Touchpoints de comunicação
Vídeo online, redes sociais proprietárias, site e PR.

4G.Touchpoints fundamentais:
O trabalho de PR foi essencial para amplificar a divulgação do app e fazer com que se tornasse tópico de debate público, invadindo as conversas nas redes sociais.

Etapa 5 – Resultados: Efetividade do case

5a. Como você sabe que funcionou?
Apenas na primeira semana, o Detector de Corrupção foi o app mais baixado no Brasil, com mais de 400 mil downloads. Foi destaque como o app número 1 da Apps We Love, da Apple Store, o primeiro lugar no ranking Trending Apps, do Google Play. Em alguns dias, o Detector de Corrupção se tornou um dos tópicos mais comentados das redes sociais. Com zero investimento de mídia, mais de 120 milhões de pessoas foram impactadas e o app se tornou um tópico massivo de discussão entre eleitores, formadores de opinião e autoridades, incluindo investigadores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol, e mesmo o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Como consequência, enquanto os políticos corruptos ameaçavam nos processar (pressionando inclusive para a mudança do nome do aplicativo), políticos com a ficha limpa usavam o app e divulgavam o resultado como prova de sua integridade. Mas, mais importante, agora, conhecendo de verdade os políticos, para além de suas máscaras, os eleitores podem de fato mudar a cara do país.

5b. Comunicações de marketing raramente funcionam isoladamente.
O contexto da política brasileira foi território fértil para isso acontecer: depois dos escândalos revelados pela Lava Jato, impeachment de presidente e prisões inéditas na política do país, o cidadão brasileiro estava propenso a se engajar em iniciativas contra a corrupção que expusessem os delitos dos políticos.

Patrocínio