Meio&Mensagem

Coração pede Socorro

Prêmio: Bronze
Categoria: Sem Fins Lucrativos
Case: Coração pede Socorro
Anunciante: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Agência: Artplan

Bastava um olhar para os noticiários para entender que os casos de violência contra a mulher estavam em evidência no Brasil. Nós últimos anos, histórias de assassinatos de mulheres tomaram os noticiários, chocando muitos brasileiros. Mas isso era só a ponta do iceberg.

Com a análise de mais de 1,2 milhão de denúncias no Cadastro Nacional da Violência Doméstica, foi possível perceber que mais de 55% dos casos de violência contra a mulher acontecem no contexto dos relacionamentos, sendo os parceiros os maiores agressores. Situações que são bastante complexas. Relacionamentos assim nunca são “preto no branco”. A proximidade com os agressores faz com que muitas das vítimas se sintam presas aos parceiros abusivos. E, muitas vezes, elas nem consigam entender o que estão passando.

Para ajudar a enfrentar essa situação, o Governo Federal criou a campanha “Coração pede Socorro”, que buscava a conscientização sobre o tema e incentivo às denúncias no Ligue 180, o canal de apoio às mulheres e de denúncias de violências.

A ideia era mostrar que um relacionamento amoroso aparentemente normal, na realidade, poderia ser um caso de relacionamento abusivo. Isso seria feito por meio de uma música que ficasse na ponta da língua das pessoas. Um hit que, quando escutado pela primeira vez, pareceria uma mera canção de amor. Mas depois, com o lançamento de um videoclipe em rede nacional, revelaria a verdade escondida por trás da letra: um caso de violência contra a mulher. Com esse fator surpresa, foi mostrado uma verdade muitas vezes não percebida.

A partir do lançamento, a campanha foi desdobrada em esforços integrados na TV, Rádio, Revistas, Mídia Exterior e Mídias Digitas. A sustentação da campanha mostrou os tipos de violência que eram representados no clipe. Apresentando o que muitas pessoas ainda não entendiam como violência e dando força para que as pessoas pudessem denunciar.

A campanha gerou diversos resultados positivos, mas o mais emblemático foi que, nos meses em que esteve no ar, o número de denúncias no Ligue 180 bateu recordes. O crescimento foi de 62% em novembro e de 101% em dezembro, na comparação entre 2017 e 2018.

O que era para ser uma campanha acabou criando impactos reais no Brasil. As ações serviram como estímulo para a assinatura do Plano Nacional de Combate à Violência Doméstica. No fim das contas, ao mostrar a realidade sobre relacionamentos abusivos, conseguimos criar um ambiente acolhedor para que mulheres se sentissem fortes o suficiente para fazer uma denúncia.

Agência: Artplan
Anunciante: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Responsável pela peça (Agência): Gabriel Veras, Planner
Responsável pela aprovação (Anunciante): Wilka de Oliveira Nepomuceno, Assessora técnica
Planner: Gabriel Veras, Artplan
Redator: Thiago Diniz, Artplan
Diretor de arte: Alexandre Ferro, Artplan
Diretora de Atendimento: Ana Carolina Malta, Artplan
Diretora de conta: Larissa Pereira, Artplan
Supervisor de conta: Gabriel Moura, Artplan
Diretora de mídia: Daniele Abreu, Artplan
BI: Tiago Prata, Artplan
BI: Natalia Oliveira, Artplan
Diretora de Produção: Debora Moura, Artplan

Patrocínio

Apoio

Realização